Centro de Zoonoses de Sertãozinho inicia campanha contra a raiva

03/09/2012 - 11:44h

Vacina antirrábica deve ser aplicada em cerca de 25 mil animais

A partir da próxima terça-feira (4), o Núcleo de Controle de Zoonoses de Sertãozinho inicia a Campanha de Vacinação Antirrábica Animal 2012. Os vacinadores visitarão as residências do município para aplicar, gratuitamente, a dose em seu animal de estimação. O objetivo é vacinar, aproximadamente 25 mil animais.
 
Segundo o coordenador do núcleo, o médico veterinário João Luiz Longhi, deve ser dada uma grande atenção à vacinação de felinos. “Essa espécie tem um contato maior com morcegos, potenciais transmissores do vírus rábico”, explicou.

Regras para vacinação:
*    Cães e gatos acima de dois meses de idade, exclusivamente;
*    Sadios;
*    Fêmeas grávidas ou que estejam amamentando podem ser vacinadas, contudo os proprietários devem procurar o Núcleo de Controle de Zoonoses, posto permanente de vacinação, para fazer uma outra dose 30 dias após o término da amamentação;
*    Animais em tratamento NÃO devem ser vacinados;
*    Animais que receberam vacina antirrábica a menos de 12 meses podem ser vacinados novamente. Não há prejuízo para sua saúde;
*    Em caso de animais que receberem a vacinação pela primeira vez, após 30 a 40 dias, o proprietário deve procurar o posto permanente de vacinação para a equipe aplicar a segunda dose entre.

De acordo com Longhi, o modelo de vacinação é “casa a casa”, como é feito desde 1997. Quinze vacinadores, identificados pelo uniforme (camiseta e boné da Campanha) devem visitar mais de 38 mil residências na zona urbana do município. Ao final da cobertura vacinal na zona urbana, serão visitadas as propriedades rurais e as colônias das usinas e destilarias que permitem a criação de animais domésticos.

As residências que estiverem fechadas receberão um impresso com a informação de que a equipe passou pelo local. Caso o proprietário tenha animal de estimação e queira vaciná-lo basta procurar o Núcleo de Controle de Zoonoses.
 
“O apoio da população é fundamental para o sucesso desta campanha, recebendo bem os agentes vacinadores e fornecendo as informações necessárias para bom andamento do processo. Manter o animal vacinado contra raiva é obrigação legal de seu proprietário”, falou o médico veterinário.

Sobre a vacina
O Ministério da Saúde afirma, em nota técnica, que os problemas de fabricação que ocasionaram a interrupção da campanha em 2010, e o cancelamento em 2011, foram completamente resolvidos e, adicionalmente, dividiu a compra com duas empresas, sendo uma multinacional. Assim, ficam garantidas a segurança e a eficiência da vacina antirrábica animal. O sucesso da campanha está atrelado à confiança que a população depositar na qualidade da vacina.

Todas as normas técnicas, desde a manutenção até a aplicação no animal, serão observadas rigorosamente. Haverá disponível uma seringa e uma agulha descartáveis para cada animal, impreterivelmente.
 
Serviço
O Núcleo de Controle de Zoonoses fica localizado na avenida Francisco Ferreira dos Reis, 890. Para mais informações, o telefone para é 3945-5369.