Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal Sertãozinho / SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal Sertãozinho / SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
NOV
08
08 NOV 2021
PREFEITURA INVESTE EM MATERIAIS EDUCATIVOS PARA AÇÕES SOBRE ALEITAMENTO MATERNO NAS UBSs
enviar para um amigo
receba notícias
PROCESSANDO ÁUDIO

Com recurso do Governo Federal destinado a ações educativas sobre nutrição, foram adquiridos kits amamentação para potencializar o trabalho socioeducativo feito nas UBSs

 

A Prefeitura de Sertãozinho adquiriu kits amamentação que serão usados para as oficinas de aleitamento materno que estão acontecendo em seis UBSs de Sertãozinho: UBS “Francisco Xavier de Carvalho”, UBS “José Pereira de Carvalho”, UBS “Fauze Ali Mere”, UBS “Jaime Bonifácio da Silva”, UBS “Dr. Edgar Silveira Pagnano” e UBS “José Joaquim Bonfim”.

 

O kit é composto por bonecos que imitam recém-nascidos, aventais com mamas, mamilos didáticos para mostrar os diferentes tipos de auréolas e ductos mamários e uma mama com glândulas produtoras de leite. Com o material, será possível potencializar o trabalho socioeducativo já realizado nas UBSs pelas equipes de enfermagem, nutrição e serviço social.

 

“As bonecas serão importantes principalmente para mães adolescentes e de primeira viagem. Elas têm as dimensões e peso aproximado de um recém-nascido. Esse bebê também tem abertura na boquinha, que permite exemplificar para elas como praticar o aleitamento, além da nutrição complementar”, explica a assistente social Gisele Milani, uma das responsáveis pelas oficinas.

 

ENTENDA O RECURSO APLICADO NESSE INVESTIMENTO

 

O Financiamento de Ações Promotoras da Alimentação e da Nutrição (FAN) foi instituído pela Portaria nº1.357/GM/MS, de 23 de junho de 2006, e redefinido pela Portaria nº 1.738/GM/MS, de 19 de agosto de 2013. É destinado para despesas de custeio, como manutenção e funcionamento dos serviços públicos em geral, com exceção de despesas de capital, que contribuem para a produção ou geração de novos bens ou serviços e integram o patrimônio público. O recurso, por exemplo, não pode ser utilizado para realização de obras (apenas pequenas reformas são permitidas) nem para a compra de máquinas e equipamentos, carros, bens imóveis, entre outros. O FAN é repassado para todos os estados, para o Distrito Federal e para os municípios com mais de 150 mil habitantes. O critério de repasse toma como base a estimativa do IBGE do ano de elaboração da portaria de estabelecimento do recurso. Atualmente, o FAN também contempla municípios com população entre 30.000 e 149.999 habitantes, quando há disponibilidade orçamentária da coordenação-geral de Alimentação e Nutrição.

Fonte: Ministério da Saúde e Departamento de Comunicação PMS
Seta
Versão do Sistema: 3.2.2 - 02/05/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia